26.1 C
Fortaleza
quarta-feira, maio 29, 2024
HomeNoticiasTecnologia na advocacia: quais os benefícios e a importância na profissão do...

Tecnologia na advocacia: quais os benefícios e a importância na profissão do advogado?

A tecnologia na advocacia já é uma realidade. Os advogados que não se atentarem às mudanças serão, em algum momento, apagados do mercado.

Como diversas outras profissões, a advocacia tem apenas a ganhar com essas transformações digitais. A tecnologia modifica-se a todo instante. Desse modo, é importante estar a par das novas alterações.

Você ainda não conhece os reais impactos da tecnologia na advocacia? Então chegou no artigo certo! Acompanhe a leitura e compreenda melhor sobre essa nova era da profissão de advogado e o que se tem a ganhar com isso!

Qual a relação entre Direito e tecnologia?
A tecnologia já transformou muitas profissões, tornando as mudanças ocasionadas praticamente irreversíveis.

Como se trata de uma área das Ciências Humanas, a advocacia deve se adequar aos novos comportamentos sociais. É de conhecimento de todos que a sociedade já utiliza a tecnologia para muitas atividades em seu dia a dia.

Imagine ficar horas verificando os prazos processuais em sua agenda ou planilha, ficar ligando a todo momento para conversar com o cliente e fazer a gestão financeira do escritório calculando as contas no papel. Além de ser bizarro atuar assim nos últimos anos, confesse que não é nada cômodo e sustentável, certo?

Graças a evolução da tecnologia, o profissional do Direito passou a poder utilizá-la para auxiliá-lo em tarefas repetitivas, automatizando-as. Ela também permitiu a utilização das redes sociais e aplicativos de mensagens para se comunicar rapidamente com os clientes.

Outra mudança é a possibilidade de realizar a gestão do escritório utilizando ferramentas que lhe entregam informações com agilidade. Ainda, uma das maiores transformações foi a viabilidade da atuação à distância, com um escritório 100% virtual.

Ou seja, a tecnologia trouxe impactos muito positivos para a advocacia, permitindo que os profissionais atuem conforme os novos costumes sociais e realizem um trabalho mais ágil e eficiente.

Como a tecnologia afeta a advocacia?
A tecnologia na advocacia traz certas vantagens para os advogados que apostam nela para melhorar seu trabalho. Veja algumas abaixo.

  1. Aumenta a produtividade
    Utilizar aplicativos e programas que permitem desenvolver o trabalho com organização e agilidade aumenta a produtividade dos profissionais. Além disso, apostar em softwares para automatizar tarefas repetitivas e de back office aumenta o foco dos advogados nas que são realmente importantes.
  2. Atrai mais clientes
    Atualmente, são poucas as pessoas que se dispõem a dirigir-se a algum escritório pessoalmente ou falar pelo telefone com um advogado. Se existem alternativas mais cômodas, as pessoas tendem a optar pelos serviços virtuais.

Por isso, essa atualização pode atrair mais clientes. Além disso, um advogado que atua de forma artesanal pode prestar serviços demorados e ser desorganizado, fazendo com que muitos desistam de continuar com o profissional e não o indiquem para conhecidos.

Tenha em mente que as pessoas querem tudo muito rapidamente. É impossível oferecer um serviço conforme o desejo delas atuando sem a tecnologia.

  1. Possibilita atender pessoas em todo o território nacional ou no exterior
    A tecnologia consegue conectar pessoas do mundo inteiro. Se utilizar boas ferramentas e aplicativos, seu escritório pode atender pessoas de todo o país ou do exterior, ampliando ainda mais as oportunidades de negócios.

Como a tecnologia ajuda o Direito?
Você percebeu acima como a tecnologia influencia no Direito. Além de trazer os impactos positivos mencionados, ela permite que os serviços jurídicos sejam prestados com mais agilidade, aumentando a produtividade do profissional. Veja abaixo mais benefícios da tecnologia na advocacia.

  1. Otimização dos processos operacionais
    Além das atividades inerentes à profissão, o advogado precisa realizar diversas outras, que também são importantes, mas não se relacionam com a advocacia. Por exemplo, lançamento de notas fiscais, contratação de correspondentes, cadastro de dados dos clientes no sistema, dentre outras.

Tais atividades de back office e administrativas tomam muito tempo, principalmente aquelas demasiadamente repetitivas. Utilizar tecnologias adequadas permite automatizar essas funções, otimizando os processos operacionais no escritório.

Desse modo, o profissional consegue produzir mais, deixando para a máquina esses serviços essenciais.

  1. Atendimento ao cliente personalizado
    Muitos escritórios utilizam um software jurídico para analisar dados com eficiência e rapidez. Desse modo, ele permite obter informações sobre os clientes para poder oferecer os serviços adequados.

Além disso, automatizar processos dá mais tempo para oferecer um atendimento mais personalizado.

  1. Planejamento de estratégias de marketing jurídico
    Um software completo permite obter informações sobre a sua persona. Desse modo, você consegue planejar estratégias de marketing jurídico para atrair mais clientes qualificados para o seu escritório.

Sendo assim, é possível pensar em práticas que aumentem sua exposição na internet, meio pelo qual grande parte das pessoas procura por serviços e produtos.

  1. Gestão eficiente do escritório
    A tecnologia na advocacia permitiu que os advogados pudessem realizar a gestão do escritório com mais agilidade e eficiência. Existem ferramentas que proporcionam um serviço completo, no qual os profissionais podem fazer quase tudo em um único lugar.

O software jurídico da ADVBOX, por exemplo, oferece recursos para fazer a gestão financeira, o gerenciamento de processos operacionais, o controle de prazos processuais, o gerenciamento da carteira de clientes, avaliar a produtividade dos colaboradores e dar pontuações por tarefas, dentre outras.

Ou seja, é um programa completo que deixa seu escritório produtivo e eficiente, permitindo que ele escale de forma inteligente e se destaque no mercado.

Como a tecnologia afeta a advocacia?
Infelizmente, existem profissionais muito conservadores que ainda resistem às mudanças tecnológicas. Várias são as desvantagens. Veja um pouco da realidade desses escritórios:

  • Processos manuais tornam o trabalho do advogado menos produtivo e mais lento;
  • Os serviços são menos agilizados;
  • A falta de estratégias de marketing impedem que o profissional conquiste mais clientes e aumente sua exposição no mercado;
  • A advocacia artesanal não permite que o profissional escale seu negócio, dentre outras.
    Ou seja, o profissional tem muito a perder se continuar com uma mentalidade tradicionalista. O segredo para crescer atualmente é abrir-se para esse novo mundo tecnológico.

Como vai ser a advocacia no futuro?
Um advogado precisa aprender a utilizar a internet e os aplicativos disponíveis no mercado, principalmente os feitos para se comunicar virtualmente, como os de chamadas de vídeo e de mensagens instantâneas.

As aplicações que facilitam o trabalho no dia a dia também são importantes, como as agendas virtuais.

O mais importante é ter noção das novas tecnologias e se atualizar sempre. Saber que elas existem e ter a curiosidade de testá-las ou adaptá-las para o ramo jurídico é interessante.

Por fim, aprender a importância do software jurídico para o escritório e o trabalho do advogado também é fundamental. Negócios que desejam ser produtivos, diferenciados e querem crescer precisam dessa ferramenta.

A tecnologia na advocacia trouxe diversos benefícios para a profissão, permitindo revolucioná-la e deixá-la conforme as novas mudanças sociais. Por isso, utilize-a para ter uma advocacia promissora e exemplar!

- Advertisment -

MAIS LIDOS